Imanishi

Imanishi Technologies

A busca do rejuvenescimento através de procedimentos menos invasivos como os empregados pela Medicina Estética tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. Os avanços nesta área são cada vez mais evidentes, visando tratar problemas como envelhecimento da pele, estrias, celulite, flacidez, manchas cutâneas, queda de cabelos, gordura localizada, dentre outros.

A Clínica Imanishi se preocupa em trazer novas tecnologias que podem tratar estas alterações bem como auxiliar na recuperação pós-operatória.

Laser de CO2 Fracionado

O LASER de CO2 Fracionado é um dos mais novos métodos de tratamento dos sinais de envelhecimento da pele, e progressivamente vem ocupando um importante lugar no arsenal nas Clínicas Médicas que tratam da Estética Humana.

É uma técnica relativamente nova, que procura associar o benefício do LASER de CO2, já usado com sucesso no passado com a a finalidade de rejuvenescimento mas com uma recuperação mais fácil que é característica desta técnica. O LASER de CO2 Tradicional é aplicado em uma só sessão e tem ação sobre toda a extensão da pele, enquanto o LASER Fracionado de CO2 age em micropontos, e é aplicado em sessões seriadas, minimizando a recuperação do tratamento mas mantendo bons resultados.

O LASER de CO2 tradicional provoca uma queimadura da pele que posteriormente apresenta a cicatrização á partir dos folículos pilosos e das glândulas sebáceas. Após a recuperação a pele vai apresentar-se nova com a eliminação ou melhora das lesões de doença dermatológicas e dos sinais de envelhecimento que apresentava anteriormente. Apresenta bons resultados, mas o LASER de CO2 Tradicional tem uma recuperação lenta , de até seis semanas após o procedimento, impedindo o paciente de retornar ás suas atividades rapidamente.

O LASER Fracionado surgiu como uma opção de tratamento com o resultado semelhante aos LASERs ablativos já descritos, mas sem os efeitos colaterais e o pós- operatório complicados que os Lasers ablativos apresentam.

O LASER de CO2 Fracionado é utilizado para melhoria de rugas periorais e periorbitais, rugas finas, envelhecimento facial, fotoenvelhecimento, rugosidade fina da pele, aspereza da pele, cicatrizes de acne fibróticas, manchas provocadas pelo sol (melanose solar, lentigos, e efélides ou sardas) e alguns tumores benignos que comprometem a estética facial.

O príncipio do LASER fracionado é a criação de “colunas térmicas” (microzonas térmicas) de energia atravessando a pele, deixando entre essas colunas porções de pele não acometida, possibilitando uma cicatrização mais rápida á partir da pele saudável e consequentemente um pós-operatório melhor tolerado.

A energia que é emitida pelo LASER em colunas, além de agir diretamente sobre a pele envelhecida se propaga lateralmente e age mais amplamente sobre o tecido levando ao estímulo da produção de colágeno, uma das estruturas responsáveis pelo “turgor” e qualidade da pele. Quanto maior a energia do laser, maior a profundidade da coluna, assim consegue melhorar cicatrizes e rugas mais profundas, difíceis de serem alcançadas por outros métodos.

A recuperação do Laser Fracionado de Gás Carbônico ocorre em aproximadamente uma semana, mas alguns cuidados são necessários. A pele apresenta uma descamação leve como se tivesse sido queimada pelo sol, e permanece um pouco avermelhada por até 2 semanas. A exposição ao sol deve ser realizada com cuidado e no dia - a – dia é necessário o uso de protetor solar, pois essa nova pele recuperada e ainda em cicatrização está mais sensível e passível de manchar com maior facilidade.

O LASER fracionado é uma importante ferramenta para o rejuvenescimento, devemos no entanto nos lembrar que existem riscos. Não é indicado para todos os tipos de pele e complicações podem surgir. Uma avaliação cuidadosa por médico habituado com o uso de LASERs é necessária e as expectativas de cada paciente devem ser adaptadas para as reais possibilidades do método, que é muito eficiente, mas como tudo em estética humana , não é mágico.

Deve ser discutido com o seu médico o resultado esperado, e o que a técnica pode permitir, não criando falsas expectativas. E finalmente o LASER fracionado deve ter a indicação correta e personalizada , pois cada paciente tem os problemas estéticos que dependem de vários fatores, como tendência genética, exposição solar exagerada sem fotoproteção, envelhecimento e outros. As vantagens e riscos de todos os procedimentos realizados sempre devem estar claros para os paciente, para permitir a mais correta decisão em seu benefício.

Depilação definitiva com o Laser de Diodo Light Sheer

A Clínica Imanishi utiliza o equipamento a Laser de Diodo Light Sheer®, considerado um dos melhores equipamentos de depilação definitiva do mundo.

Sendo específico para depilação, ele foi desenvolvido com alta tecnologia para tratar foliculites, pêlos escuros e excessivos em qualquer área facial e corporal.

Apresenta maior duração e eficiência no tratamento, sendo necessário um menor número de sessões quando comparado a equipamentos similares.

O Laser de Diodo LightSheer é um equipamento de última geração, projetado para remover os pêlos indesejados de forma rápida e confiável (com 400ms e 100J), tratando todos os fototipos (I a VI), inclusive em peles bronzeadas e negras, com mais eficiência e segurança do que os outros equipamentos da categoria. O Laser de Diodo LightSheer é um equipamento de última geração, projetado para remover os pêlos indesejáveis de forma rápida e confiável.

Aplicações: Buço, queixo, rosto, virilha, costas, braços, axilas, perna inferior abdômen, tórax, linha alba.

Multiwaves

Fotobioestimulação rejuvenesce sem sofrimento.

Rejuvenescer sem sofrimento é a filosofia da fotobioestimulação, uma das últimas novidades em matéria de rejuvenescimento com fototerapia. Trata-se de uma série de tratamentos à base de processos fotoquímicos que não queimam nem provocam danos à superfície da pele. Outra grande vantagem é o paciente poder retornar às suas atividades normais tão logo termine a sessão.


O que é fototerapia?

Trata-se de um novo processo de rejuvenescimento onde é utilizada uma luz emitida por diodos, também chamada de Multiwaves. Essa radiação luminosa pode estimular ou mesmo inibir determinadas atividades celulares e, com isso, é possível rejuvenescer.


Já existe comprovação científica do seu uso? Como funciona?

A fototerapia foi cientificamente testada. Estudos submetidos ao FDA (Food and Drugs Administration), órgão que regulamenta novos alimentos, procedimentos e medicamentos dos Estados Unidos, demonstraram 60% de melhora na qualidade da pele facial, do pescoço e do colo. A tecnologia é comparada ao código de acionamento do controle remoto da televisão. Se não houver a combinação adequada, o controle não aciona a TV. Assim, se não houver o código adequado, o mecanismo na mitocôndria não será ativado e não produzirá colágeno. Usando o Multiwaves, é possível modular as células através do aumento de energia na “linha de montagem” dos fibroblastos para estimular a produção de colágeno e reduzir a produção de colagenase (enzima que destrói o colágeno bom). Num recente estudo realizado na Eastern Virginia Medical School, nos Estados Unidos, com 90 pacientes, 62% atingiram melhora da aparência da pele ao redor dos olhos 36% melhoraram ao redor do lábio superior e 25% melhoraram a aspereza da pele.


Qual a diferença entre o rejuvenescimento com o Multiwaves, o Laser e a Luz Pulsada Intensa?

Outras terapias de rejuvenescimento da pele, que também usam a luz como o laser ou a luz intensa pulsada, provocam um aquecimento intenso da pele. Esse calor gera a produção de colágeno. Já o rejuvenescimento com Multiwaves atua diretamente a nível celular sem nenhuma agressão. Portanto, não há dor nem qualquer risco de marcas ou cicatrizes.


Este equipamento substituirá os outros métodos de rejuvenescimento - já que é indolor, não queima nem marca a pele?

Não. Muitas vezes as queimaduras controladas são necessárias. É o caso das manchas escuras causadas pelo sol ou vasos que as pessoas mais claras apresentam nas áreas expostas ao sol. Em ambos, a fototerapia com o Multiwaves não vai melhorar. O processo com Multiwaves é mais gradual e age melhor nas rugas finas. Se usarmos o Multiwaves, vamos precisar de um número de aplicações muito maior do que nos tratamentos a laser, o que é um inconveniente.


Quais os benefícios do tratamento com Multiwaves no rejuvenescimento?

O principal benefício do tratamento é tornar a pele mais macia, mais suave e delicada, mais elástica, com redução na aparência das linhas finas, rugas e vermelhidão.


Quantas sessões são necessárias para rejuvenescer?

Recomenda-se duas sessões por semana, num total de cerca de 20 sessões. A quantidade total varia em função do que se pretende tratar. Os resultados são progressivos e percebe-se melhora a cada tratamento. Os pacientes têm relatado mudanças notáveis por volta da décima aplicação. As sessões com o aparelho não dispensam os cuidados com a pele e com os cosmecêuticos de uso diário.


A fototerapia pode ser administrada com outros tratamentos? Quais áreas podem ser tratadas?

Não só pode como deve ser complementada com outros tratamentos de pele tal como Lasers, Luz Intensa Pulsada, Peelings, Botox,microdermoabrasão e preenchimentos. É possível tratar áreas grandes como face, colo e pescoço.


Que tipos de pele podem ser tratados?

Todos os tipos de pele.


Multiwaves contra acne

Novo tratamento aprovado pela Agência Nacional de Saúde - ANVISA e pela agência norte-americana Food and Drugs Administration – FDA, está disponível na Clínica Imanishi.

Você já notou que as espinhas, com freqüência, melhoram na praia? Elas melhoram por causa do sol e isto é um tipo de fototratamento, feito à base de luz. Usando esse princípio, existe um tratamento novo com luz, mas sem os efeitos nocivos do sol. É o Multiwaves. Veja o que o Multiwaves pode fazer para combater a acne.


Como funciona para a acne?

Com relação à acne, usamos dois tipos de luz: a azul que atua, principalmente, na infecção bacteriana; e a a luz vermelha, cuja ação é anti- inflamatória. A luz vermelha proporciona uma rápida cicatrização do tecido e alivia a dor, nos casos mais graves.


O Multiwaves dói? Deixa marcas?

Não, o método é totalmente indolor, não queima e não marca a pele.


Quantas sessões são necessárias? Quando os resultados são visíveis?

Recomenda-se cerca de 20 sessões, duas vezes por semana. Os resultados são progressivos e percebe-se melhora a cada tratamento. Os pacientes relatam mudanças notáveis por volta da décima aplicação. As sessões com o aparelho não dispensam os cuidados com a pele e com os cremes de uso diário.


Quem pode fazer o tratamento?

Todos, com qualquer tipo de pele, inclusive as gestantes.


Como é a sessão?

Os pacientes ficam confortavelmente deitados em frente a uma tela, onde está instalada uma cascata de micro-lâmpadas. O processo inteiro demora de vinte a trinta minutos. Concluída a sessão, os pacientes podem retornar à sua rotina normal sem nenhuma dor, vermelhidão ou descamação.

Manthus®

MANTHUS® é um equipamento computadorizado, extremamente preciso e versátil.

É capaz de realizar as chamadas terapias combinadas, constituídas por um potente emissor de ultra-som 3 MHz (45 W), associado a um gerador de estímulos elétricos tripolares, produzindo correntes estereodinâmicas de média freqüência, bem como correntes polarizadas, com grande penetração.


Estas combinações objetivam:

- Otimizar as funções de lipólise e ativação do sistema neuro-vegetativo, melhorando consideravelmente a remoção da gordura localizada;

- Utilizar a iontoforese associada à fonofrese (mesoterapia não invasiva), intensificando a introdução de fármacos e princípios ativos usados em medicina estética;

- Otimizar a lipólise ultra-sônica através de um cabeçote de grandes dimensões, proporcionando aumento da área a ser tratada e/ou diminuição do tempo de exposição ao ultra-som;

- possibilitar a administração de correntes, apenas, em afecções circunscritas.


Indicação do uso do MANTHUS®

Combate à celulite

Gordura localizada

Hidrolipoclasia

Antecedendo cirurgias plásticas, lipoaspiração e lipoescultura

Tratamento pós-cirúrgicos promovendo o aumento da atividade metabólica, resultando em rápida reabsorção de hematomas e fibrose.


Contra indicação do uso do MANTHUS®

Gestantes, pessoas com marca passo e próteses metálicas na região a ser tratada.


Só na Clínica Imanishi você encontra os Géis com os mais modernos princípios ativos para uso com o Manthus (programa Phonoiontoporação)

- Melange Imanishi Redutora (Gordura localizada)

- Melange Imanishi Firmadora (Flacidez)

- Melange Imanishi Celulite


Disponibilizamos aqui apenas alguns exemplos dos princípios ativos presentes, pois a fórmula completa é um dos nossos segredos:

• Liporreductil : é composto cafeína, butcherbroom (Ruscus aculeatus), compostos iodados, Ivy (Hedera helix), carnitina, escina que inibem a formação das células de gordura, ativam a microcirculação e estimulam a queima de gordura.

• X-Solve: speed cosmético obtido da Ximenia caffra capaz de modular a microcirculação, proporcionando o rápido aumento da perfusão sangüínea local; eficaz no combate à celulite e gordura localizada.

• Lipomoist firming: tem o objetivo de aumentar a formação de colágeno tipo IV, acentuando a firmeza cutânea e conferindo toque agradável à pele. Está presente num filme para liberação lenta, o que confere resultados mais eficientes e duradouros.

Plataforma Vibratória Power Plate®

A falta de tempo é um dos grandes problemas da nossa sociedade. Estamos sempre adiando nossa ida a uma academia, a natação. Por excesso de trabalho, acomodamo-nos e deixamos sempre para segundo plano a nossa saúde e bem-estar. E então como fazer se não temos tempo para tratar de nós mesmos?

Para atender justamente as necessidades deste tipo de público, que se preocupa com o seu aspecto físico e com a sua saúde, mas dispõe de pouco tempo e não quer fazer grandes sacrifícios para manter a forma física, foi desenvolvida recentemente uma tecnologia aplicável através de plataformas vibratórias.

Ela transmite vibrações mecânicas a todo o corpo, resultando em inúmeros benefícios, tais como:

- Fortalecimento dos músculos;

- Melhor fluxo sanguíneo

- Redução de celulite

- Estimulação do sistema hormonal

- Prevenção do processo de degeneração óssea (osteoporose)

Carboxiterapia

O que é Carboxiterapia?

A carboxiterapia é uma técnica estética não-cirúrgica, na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo ou planos mais superficiais na pele, utilizando-se um aparelho com uma agulha muito fina. Isso melhora a circulação e oxigenação dos tecidos além de estimular a produção de colágeno.


Quais são as aplicações da Carboxiterapia?

São infinitas as aplicações da carboxiterapia:

• Gordura Localizada

• Celulite

• Estrias

• Olheiras

• Gordura submentoniana (papada)

• Rugas facias

• Flacidez de pele

• Cicatrização de feridas

• Cicatrizes

• Alopecia (queda de cabelo)

• Tratamento de telangectasias (vasinhos)

• Pré e pós-operatório em geral


O uso do gás carbônico não é prejudicial à saúde?

O gás carbônico não é tóxico e está presente normalmente no organismo como intermediário do metabolismo celular e também não provoca alergias. O exame de laparoscopia usa o mesmo gás em quantidades muito superiores.


Como é o tratamento?

Consiste em aplicações semanais, entre duas e três, num total de 10 a 15 sessões, com duração média de 30 minutos. A partir da quarta sessão já é possível observar a pele mais enrijecida pela melhor distribuição do colágeno e a redução de medidas.


Qual o mecanismo de ação da carboxiterapia?

O gás carbônico injetado age de forma local, aumentando o fluxo sanguíneo, melhorando a circulação e a drenagem linfática e, dessa forma, trata a celulite. A melhora da circulação permite a melhora da flacidez e o rejuvenescimento. Nos locais onde há acúmulo de gordura, o efeito mecânico do tratamento é destruir as células gordurosas levando a uma redução de medidas.


Quem pode ser tratado pela carboxiterapia?

Todos, inclusive homens, desde que possuam uma boa saúde.

Hertix®

O Hertix® é um gerador de radiofrequência que através do efeito da corrente elétrica alternada de alta frequência induz calor nos tecidos dérmicos (calor endógeno) com densidades proporcionais ao tipo do aplicador utilizado.

• Flacidez de pele

• Rugas

• Celulite

• Fibroses

• Aderências

• Sequela de acne

Há três tipos de frequências disponíveis no aparelho (640KHz, 1200KHz e 2400KHz) que operam de acordo com a profundidade do tecido a ser tratado. Oferece quatro tipos de aplicadores (bipolar de campo concêntrico, bipolar de campo dispersivo, bipolar de campo longitudinal e tripolar), que se adequam às diferentes áreas do corpo e da face com agilidade e segurança em aquecimento, diminuindo assim o tempo da sessão.

Toda programação do Hertix é feita no próprio aplicador, que é levíssimo, facilitando assim a rotina de trabalho além de evitar o desgaste do profissional. A interface gráfica amigável apresenta alta definição em tela de LCD e controle automático de acoplamento, o que minimiza pontos quentes ao acoplar e desacoplar o aplicador.

O objetivo do tratamento é aumentar a temperatura do tecido no sentido de alcançar uma temperatura local de 40 ºC a 43 ºC, o que desencadeia uma sequência de reações fisiológicas: aquecimento do tecido induz o aparecimento de vasodilatação local e estímulo à formação de novo colágeno (neocolagênese).

Durante a aplicação, o calor gerado deve ser monitorado de acordo com o relato do paciente e medido através de um termômetro que acompanha o equipamento. Desta forma, o profissional monitora o aumento de temperatura até que a temperatura ideal seja atingida. É usado de cinco a dez minutos de aplicação por região, portanto o tempo total de aplicação é de acordo com a necessidade do paciente.

Em poucas sessões os resultados já são visíveis, com intervalos de aplicação variando com cada patologia a ser tratada.

O tratamento é indolor, não invasivo e não ablativo, o que faz com que a rotina diária dos pacientes não seja alterada. É um tratamento possível de ser realizado em qualquer época do ano ou fototipo do paciente. O procedimento é acompanhado por uma sensação de intenso calor e eritema moderado que é mantido por algumas horas.

O aquecimento tecidual endôgeno é conseguido através das características construtivas para cada tipo de eletrodo aplicador, onde o fluxo da corrente elétrica de alta frequência no tecido local provoca a elevação da temperatura por efeito joule (aquecimento seletivo tecidual). Como resultado, as fibras colágenas contraem aumentando a síntese de um novo colágeno (neocolagenese progressiva).

Além disso, há um incremento no aporte sanguíneo e vascularização na área promovendo a descompressão dos tecidos tratados, justificando os efeitos do fluxo da corrente de rádio-frequência na celulite, fibrose, aderências teciduais e flacidez de pele.